Em jogo cheio de emoções, Santos e São Paulo empatam na Vila Belmiro

Em jogo cheio de emoções, Santos e São Paulo empatam na Vila Belmiro
Gabriel Sara marcou dois gols para o São Paulo no clássico com o Santos. Foto: Reprodução/Dnews

Foi um belíssimo clássico na Vila Belmiro! Em um jogo aberto e com muitas chances de gol, Santos e São Paulo ficaram no empate em 2 a 2 na noite desta sábado (12).

As duas equipes agora se concentram na Copa Libertadores, onde têm difíceis desafios no meio de semana. O Santos joga já na terça-feira, contra o Olímpia, novamente na Vila Belmiro. Dois dias depois, o São Paulo recebe o poderoso River Plate no Morumbi.

Início arrasador do Tricolor
O duelo começou de forma eletrizante na Vila Belmiro e, com menos de 5 minutos de jogo, os dois times já haviam finalizado para o gol. O São Paulo assustava mais e foi recompensado aos 7. Luan Peres vacilou e perdeu a bola no campo defensivo. Gabriel Sara aproveitou e bateu cruzado, para abrir o placar.

Empate de cabeça!
O Tricolor seguiu melhor em campo, acumulando chances desperdiçadas. E foi punido aos 29. Sánchez bateu escanteio da direita e Madson subiu mais que os defensores adversários para deixar tudo igual.

E a virada quase veio em duas oportunidades. Aos 32, Luciano quase marcou contra após cobrança de escanteio. Pouco depois, Soteldo puxou contra-ataque, driblou Léo e bateu, obrigando Tiago Volpi a defender em dois tempos.

Sara mais uma vez!
Mas quando o Santos era melhor, foi o São Paulo quem marcou. Aos 37, Igor Vinícius fez bela jogada pela direita e cruzou para Gabriel Sara, que bateu firme para marcar o seu segundo gol no jogo.

Depois de um primeiro tempo eletrizante, a segunda etapa começou com ritmo menos intenso. Tirando a boa chance de Sánchez após erro do zagueiro são-paulino Diego Costa, pouca coisa aconteceu até os 20 minutos, quando Lucas Lourenço arriscou chute de longe e por pouco não empatou o jogo.

Foi quando o técnico Cuca chamou do banco de reservas Marinho, principal jogador do Santos na temporada, mas que foi poupado por causa da desgastante sequência de jogos.

Alguns dos refletores da Vila Belmiro se apagaram no segundo tempo

Alguns dos refletores da Vila Belmiro se apagaram no segundo tempo. Foto: Jota Erre

Sem luz!
Quando parecia que o jogo esquentaria, veio um baldo de água fria. Uma parte dos refletores da Vila Belmiro apagou, obrigando o duelo a ficar cerca de 15 minutos parado.

Que isso, Volpi?
Quando a bola voltou a rolar, brilhou a estrela de Marinho. O camisa 11 santista bateu uma falta de muito longe e Tiago Volpi aceitou. Falha do goleiro do São Paulo!

Fim de jogo tenso, mas sem gols
Mesmo com os jogadores cansados, os dois times não abdicaram de atacar. O São Paulo até conseguiu marcar mais uma vez, mas Luciano foi pego em posição de impedimento. Minutos mais tarde, Paulinho Boia arriscou de longe e por pouco não marcou.

Pelo Santos, Marinho tentou mais alguns chutes, mas o clássico ficou mesmo no 2 a 2.

SANTOS 2 X 2 SÃO PAULO

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 12/09/2020,às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Soteldo, Luan Peres e Alison (Santos); Igor Vinicius e Hernanes (São Paulo)

GOLS: 0-1Gabriel Sara (08’/1T); 1-1 Madson (30’/1T); 1-2 Gabriel Sara(36’/1T); 2-2 Marinho (45'/2T)

SANTOS: João Paulo; Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Diego Pituca; Alison, Carlos Sánchez (Marinho, 20'/2T) e Arthur Gomes (Wagner Leonardo, intervalo);Lucas Braga, Marcos Leonardo (Lucas Lourenço, intervalo)e Soteldo (Jean Mota, 55'/2T). Técnico: Cuca.

SÃO PAULO: TiagoVolpi; Igor Vinicius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê (Luan, 56'/2T) eHernanes (Brenner, 53'/2T); Gabriel Sara, Igor Gomes e Vitor Bueno (Paulinho Boia, 53'/2T); Luciano. Técnico: Fernando Diniz. Fonte: R7